Carta do MVP: "Obrigado, Buzzer!"

Palavras emocionantes do atleta Vitor Antony, eleito MVP da 2ª edição do Buzzer Beater Basketball Camp

Como já é de costume, a segunda edição do Buzzer Beater Basketball Camp foi finalizada com as tradicionais premiações individuais, que coroam meninos e meninas que se destacaram em alguns aspectos cruciais durante o acampamento, como postura, dedicação, defesa, trabalho em equipe, Fair Play e outros.

Um dos prêmios mais cobiçados é o de MVP (Most Valuable Player – em português Jogador Mais Valioso), que premia o/a atleta que se sobressaiu não só dentro, mas principalmente fora das quadras, em quesitos como dedicação, disciplina, postura e companheirismo.

 

+Muito além das quadras: não ensinamos só basquete no Buzzer Beater BC

O vencedor foi o garoto Vitor Antony, de 17 anos, que foi verdadeiro exemplo com e sem a bola laranja nas mãos e foi às lágrimas após receber o prêmio no último dia do Buzzer Beater II (vídeo abaixo).

Vitor, que também foi na primeira edição do Buzzer Beater, nos enviou um lindo depoimento sobre a evolução pessoal e os ensinamentos adquiridos no nosso acampamento. Ah, só um aviso: É difícil não se emocionar.

 

Confira:

“Meu nome é Vitor Antony, tenho 17 anos, e fui o MVP da segunda edição do Buzzer Beater BC. Fui nas duas edições do acampamento e posso dizer que tive uma evolução pessoal muito grande. Mais do que arremessar ou driblar, evoluí muito na parte do respeito, amizade, dedicação, acreditar no próprio potencial, amar o próximo. Tudo isso é importante tanto dentro quanto fora das quadras e o Buzzer foi fundamental nesse aspecto.

 

Uma coisa que não falta no Buzzer é a demonstração desses valores. Desde acordar seu companheiro de quarto para ir tomar café, a motivá-lo a dar seu máximo em um exercício, dar uma dica sobre algum movimento, limpar sua mesa após uma refeição ou até mesmo emprestar sua pasta de dente. Isso são apenas alguns exemplos desses valores que aprendemos dentro do Buzzer e que devemos leva-los conosco para nossas vidas.

 

Acredito que quando você tenta exercer esses valores para todos os momentos de sua vida você se torna uma pessoa ou um atleta melhor. Depois, de alguma forma, você acaba sendo recompensado por isso, como eu fui. O Buzzer nos ensinou a levar as atitudes positivas de dentro de quadra para fora dela, isso com certeza ficará marcado para sempre para todos nós.

 

Quando você não é bom em fazer bandeja de esquerda, você treina ao máximo para se tornar perfeito naquilo, e isso não é diferente quando você não é bom em uma matéria na escola, por exemplo, você estuda e dá o seu máximo para aprender aquela matéria. Isso é levar o valor do esforço para fora do esporte também. Quando você dá o seu máximo para ajudar seus pais em casa, fazer suas tarefas, isso é assimilar o que você é no esporte para fora dele também.

 

As duas edições do Buzzer Beater me mostraram vários desses valores de forma bem maior. Antes da minha primeira edição do Buzzer eu estava inseguro comigo mesmo, com medo do meu potencial não ser bom o suficiente, porém, com o passar dos dias, percebi que todo meu esforço e dedicação me fizeram a estar lá isso foi muito importante, pois saí de lá confiando totalmente em mim e no meu potencial, não só no basquete, mas para tudo que eu quiser conquistar.

Já a segunda edição irá ficar no meu coração para sempre, pois nela eu percebi que todas as minhas ações tiveram um resultado. Me preparei desde o fim da primeira edição para mostrar todo meu potencial e evolução que tive no primeiro, tanto psicológica quanto fisicamente, e o mais legal foi que consegui passar isso para os outros atletas, que agora chamo de amigos. Ajudei eles a conseguir os mesmos sentimentos que tive na primeira edição. Quando percebi, vi que eles estavam se espelhando em mim mesmo me conhecendo em tão pouco tempo.

 

Posso dizer que o staff do Buzzer é responsável 100% por isso, pois eles querem que todos saiam do Buzzer com essa sensação, com esses valores. Uma frase de um grande amigo e técnico de basquete que define isso: “O tempo é o bem mais precioso que temos...doe um pouco dele para poder ajudar o próximo, nem que seja com uma palavra de conforto ou uma troca de experiência.” – Altieri Tieri.

Atualmente estou à procura de uma faculdade para cursar Educação Física. Todo esse amor pelo basquete me fez escolher esse curso, pois depois de tudo que o esporte me ensinou, quero transmitir isso a outras pessoas e, é claro, continuar jogando basquete na faculdade, quem sabe ganhando uma bolsa para me tornar um grande profissional.

 

Esse é um grande momento na minha vida, pois meus pais não tiveram a oportunidade de cursar uma faculdade e eu estou conquistando isso com ajuda do esporte e acredito que o Buzzer Beater me abriu várias portas para conquistar esse objetivo. Por isso só tenho a agradecer ao Buzzer Beater Basketball Camp, do fundo do meu coração. Serei grato pelo resto da minha vida por tudo que fizeram por mim e aproveito para dizer já estou pronto para próxima edição. Obrigado, Buzzer!”

© 2020 by @volkwork