Qual o seu propósito de vida?

Quando idealizamos o Buzzer Beater, não tínhamos ideia do quão grande esse sonho poderia ser.

Depois que a 1ª temporada aconteceu, entendemos que o Buzzer não era só um camp de basquete. Era MUITO mais do que isso. Muito.

A ideia inicial era tirar do papel um acampamento de férias 100% basquete. Conseguimos.

Depois veio a transformação para o que é o Buzzer Beater hoje e pra sempre.

Nosso objetivo é ajudar na formação do caráter e na construção do mindset de cada um, ou seja, o modo de pensar e enxergar o mundo.

Acreditamos que tudo depende de como reagimos as dificuldades da vida. Elas sempre existirão.

Temos total consciência de que o basquete é uma forma de mostrar desde cedo para os atletas que o sucesso depende única e exclusivamente das escolhas que cada um fará no seu caminho.

O esporte ensina. O basquete ensina.

Ensina que perder é uma forma de evoluir. Não existe ganhar sempre. 

Ensina que é preciso acreditar em si mesmo.  Existirão momentos na vida que você duvidará se é capaz. Vá e tente. Se falhar, veja como uma oportunidade de fazer diferente e melhor na próxima vez.

Ensina que só é possível alcançar o sucesso quando nos colocamos no lugar do outro genuinamente.

Ensina que sozinho não chegamos muito longe. É preciso ter amigos e trabalhar em equipe.

Ensina que o egoísmo joga contra você mesmo.

Ensina que nossos pais são nossos técnicos da vida. Eles também erram e isso é bom.

Ensina que cuidar da mente e do corpo é condição para chegar ao topo.

A tradução de Buzzer Beater é o "estouro da campainha". Escolhemos esse nome, pois é nessa hora que acontece o máximo do basquete. A última bola que ganha um jogo ou até um campeonato. É a soma do equilíbrio emocional com a preparação física. É tarefa muito árdua e difícil de alcançar. Exige muito preparo e, acima de tudo, confiança em si mesmo.

Esse é o nosso propósito. Preparar os atletas para vencer o jogo da vida. Qual é o seu?

"Eu posso aceitar falhar, mas eu não posso aceitar não tentar." Michael JORDAN

E aí, preparad@?

© 2020 by @volkwork